segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Quem não gosta de uma “trepadinha?", pergunta Eduardo Paes

 

Ricardo Noblat
O deputado Pedro Paulo, candidato do PMDB a prefeito do Rio de Janeiro, não precisa de melhor aliado para atrapalhar suas chances de vitória do que o prefeito e seu ex-chefe Eduardo Paes.
Antes de ser alvo, ontem à noite, durante debate na TV Record, de duros ataques dos seus adversários, Pedro Paulo visitou a Feira de São Cristovão, na Zona Norte da cidade, na companhia de Paes.
E o prefeito, ao ser perguntado se a divulgação do vídeo em que diz para uma mulher “trepar muito” teria prejudicado a campanha do candidato à sua sucessão, saiu-se com esta, sorrindo:
- Trepadinha? Ah, quem não gosta?
No debate da Record, Pedro Paulo foi obrigado a se defender várias vezes da acusação de ter espancado sua ex-mulher. Ela registrou queixa na polícia. Depois recuou. A Justiça arquivou o processo contra Pedro Paulo.
Pedro Paulo, candidato a prefeitura do Rio pelo PMDB, visita a feira de São Cristovão. Junto com ele estavam Eduardo Paes e Rodrigo Maia (Foto: Bárbara Lopes / Agência O Globo)Pedro Paulo, candidato a prefeitura do Rio pelo PMDB, visita a feira de São Cristovão. Junto com ele estavam Eduardo Paes e Rodrigo Maia (Foto: Bárbara Lopes / Agência O Globo)

 

Votar é fundamental para derrotar candidato com ficha suja

 

POESIA POPULAR NORDESTINA

Lula mais por baixo que ânus de ofídio: repleta de luxos, sua viagem ao Nordeste fracassa

 

O brinquedinho do Jararaca
Até as pedras portuguesas da minha calçada estão fartas de saber, faz tempo, que o Jararaca sempre esteve à testa de toda a roubalheira. Se hoje o fato do prestígio de Lula estar mais por baixo que ânus de ofídio, a ponto de o PT, com seus 1,7 milhões de filiados, não conseguir reunir gente suficiente nem para empurrar uma Romi-Isetta enguiçada, quanto mais para prestigiar o chefe, tenho pra mim que Moro é o responsável por, com paciência de Jó, cozinhar o molusco em banho-maria, botando, de tempos em tempos, um salzinho aqui, uma pimentinha ali, até que um troço que cru seria indigesto para a ordem pública, se tornasse palatável, e também digerível para a considerável parte do povo que ainda acreditava nele.

Não quero nem imaginar o que aconteceria se Lula fosse preso seis meses atrás, mesmo com a Justiça já tendo provas mais que suficientes para deixá-lo na cadeia pelo resto dos seus dias.

Do Jornal Livre

Recente matéria da Veja mostrou que a viagem de Lula ao Nordeste foi marcada pelo fracasso de público, mesmo que tenha sido marcada por muito luxo oferecido ao ex-presidente.

Na última quarta-feira (13), em Caruaru, um Gulfstream G200, avião executivo de luxo e alta performance, chegou à cidade trazendo o ex-presidente. Dois representantes do MST e o vice-prefeito Jorge Gomes (PSB) se mostravam apreensivos, pois não havia militantes para oferecer uma recepção calorosa a Lula.

“Eles vão chegar. Pode ficar tranquilo”, disse um dos líderes do MST ao segurança, na tentativa de amenizar a tensão. Uma hora mais tarde, só oito pessoas aguardavam o ex-presidente.

O guarda-costas ordenou: “Vamos partir para o plano B. Acho melhor receber o Lula no hotel. Manda o pessoal para lá”. De imediato, ele trancou a porta de entrada do saguão do aeroporto para evitar que alguém fotografasse a situação com ausência de público. O aeroporto é público.

Lula desembarcou no aeroporto de Caruaru acompanhado do senador Humberto Costa (PT-PE). Driblou os poucos curiosos que o aguardavam e deixou o aeroporto pelos fundos. “Pensei que ele fosse ao menos pegar na minha mão e me cumprimentar”, reclamou Augusto Feitosa, funcionário do aeroporto.

Na cidade, Lula discursou em um auditório com capacidade para apenas 70 pessoas. A plateia trazia apenas militantes do MST e da CUT.

Mesmo assim, Lula sempre sem viajado em jatos de luxo. Sua equipe contém um fotógrafo e uma equipe de documentaristas.

Enquanto estava no hotel, um militante rompeu o cerco de segurança para tirar uma foto com Lula. A equipe do ex-presidente obrigou o militante a apagá-la, pois a imagem mostrava uma garrafa de uísque ao fundo. Consideraram que isso poderia gerar problemas de imagem nas redes sociais.

A funcionária pública Conceissão Pessoa disse, sobre Lula: “Ele parece estar meio distante do povo, com um olhar desconfiado”.

Em cima do trio elétrico Pantera Fashion, Lula discursou depois para 2.000 pessoas. Mas grande parte dos presentes vieram de organizações petistas. Cinco ônibus, com capacidade para cinquenta passageiros, foram fretados por 1.000 reais cada um, pagos em dinheiro vivo, de modo a garantir a claque.

Lula cancelou a visita à cidade de Crato, no Ceará, onde receberia o título de doutor honoris causa da Universidade Regional do Cariri. Alunos organizaram um protesto contra a concessão da honraria, o que fez Lula desistir de visitar o local.

Durante visita a uma invasão do MST, teve uma festa animada por uma banda de pífanos, também contratada por cerca de 1.000 reais. As pessoas convidadas puderam se servir, à mesa, de macaxeira, jerimum, cuscuz, carne guisada e suco de acerola. Lula bebia cachaça e água.

Próximo às 17 horas, Lula partiu para o Recife no avião de prefixo PR-WTR, o mesmo que as empreiteiras Odebrecht e OAS usavam para transportá-lo ao exterior.

À noite, na capital pernambucana, organizou um evento em praça pública, utilizado para propagar narrativas da propaganda petista, incluindo ataques ao juiz Sergio Moro.

Em clima melancólico, o baixo público começou a se dispersar com a chegada da chuva, fazendo Lula encerrar a participação.


 

TANTO FAZ, DIFERENTE DE TANTO FEZ

Advogado de Rolim de Moura grava áudio dizendo que vai pedir a nulidade da eleição da AABB. Eu um leigo  na área do direito acho que seria o correto, se motivo existir, ele pedir a impugnação.
----------------------------------------------------

nulidade
substantivo feminino
  1. 1.
    qualidade do que é nulo, do que não existe.
  2. 2.
    incapacidade de criar, de realizar coisas; inexistência de talento.
  3. --------------------------------------------------------------------
  4. IMPUGNAÇÃO
  5. Impugnação é um substantivo feminino que significa contradizer ou rebater com argumentos, é a ação de contestar, de desfazer ou tentar desfazer as razões ou as objeções de terceiros.
    Impugnação é o ato ou efeito de colocar-se de modo a formar um obstáculo, a impedir, a contrapor-se às ideias ou argumentos contrários aos seus.
    O impugnador é aquele que impugna, ou seja, que processa o ato da impugnação, que faz oposição a um argumento, que se posiciona contra uma causa.
  6. Impugnação é o ato ou efeito de impugnar, ou seja, de contestar, de refutar, de contrariarde resistir, de opor-se a. É a ação de não admitir uma opinião, de negar a verdade de um fato.

Na área jurídica impugnação é um dos meios básicos de reação contra uma execução já instaurada. É um ato processual que se realiza por meio de petição de impugnação na qual se procura anular ou desfazer um ato processual considerado injusto. É a reunião de argumentos com a finalidade de impugnar, de cancelar uma ação anteriormente aprovada.

MARIO SILVIO PEREIRA COMENTA A MATÉRIA ELEIÇÕES 2016


Anônimo MARIO SILVIO PEREIRA disse...
Triste realidade que o Brasil vive na seara da política.
Fica até difícil para os eleitores escolherem alguém, pois cada um procura iludir os eleitores, fazendo caminhões de promessa que qualquer pessoa com no mínimo 2 neurônios consegue identificar que aquilo não passa de engodo, todavia, nós pobres cidadãos temos que encarar esse rol de despreparados que os partidos nos apresentam.
Tem verdadeiros analfabetos políticos que estão concorrendo a uma cadeira no parlamento municipal que não sabem sequer qual é a real função de um vereados.
Muitos dos que se candidataram não tem a menor noção do que é ser um candidato a uma vaga no parlamento mirim.
Por outro lado, são facilmente identificáveis um monte de funcionários públicos que tem plena consciência que não vai conseguir nada, a exceção de uns dias de folga do serviço (evidentemente remunerado), mas que colocam seus nomes nessa berlinda pura e simplesmente para fugir de suas responsabilidades como servidor, apenas e tão somente para não trabalharem.
Isso é uma lástima.
26 de setembro de 2016 09:17
 Excluir

MARIO SILVIO PEREIRA COMENTA A MATÉRIA : Nova lei prevê desempenho mínimo nas urnas para candidato a vereador


MARIO SILVIO PEREIRA disse...
A meu ver, muito boa essa medida, e vai se verificar melhor ainda quando passar a vigorar as cláusulas de barreira, o que vai nos levar a uma verdadeira limpeza político-partidária, erradicando dezenas de micro siglas que não passam de partidinhos de negociatas.
Sou tremendamente favorável ao BIPARTIDARISMO e radicalmente contra ao PLURIPARTIDARISMO.
Mas como sou consciente que isso é uma via sem volta, sou partícipe de que tenhamos um time partidário muito enxuto, sem essa enormidade de agremiações políticas sem expressão.
26 de setembro de 2016 09:24
 Excluir

BBB Adriana Santana

 

Postado em: 18 de setembro de 2014 | Duração: 05 min
Ex BBB Adriana Santana toda gostosa em vídeo porno tesudo com essa linda gostosa peituda e gostosa ela segura os dois peitões grandes.

ROSANE SANTANNA FOI REELEITA PARA PRESIDENTE ADMINISTRATIVO DA AABB

Como era já era esperado ontem, domingo, 25/09, Rosane Maria Santanna, foi reeleita para Presidente Administrativo   para mais um mandato a frente da Assiciação Atletica Banco do Brasil - AABB,  dessa vez para o triênio 2017/2019. A votação para a escolha da nova diretoria teve a participação de duas chapas, sendo a chapa 1 encabeçada por Rosane a vencedora. A chapa 2 foi bem votada, pois sem argumento convicente tirou 119 votos, num total de 315 votantes.. A chapa 1  foi a vencedora  com 196 votos. .
Tabela com os resultados por conselho:
CONSELHO FISCAL: 
Votos nulos: 2 votos
Chapa 1: 193 votos
Chapa 2: 120 votos
CONSELHO DELIBERATIVO E ADMINISTRATIVO:
Votos nulos: 3 votos 
Chapa 1: 196 votos
Chapa 2: 119 votostotal 315 pessoas votaram.




Falece a sra. Auta Raupp de Matos, mãe do senador Valdir Raupp

Faleceu na madrugada de sexta feira. 23/09, em Capão da Canoa(RS,) a sra Auta Raupp de Matos, aos 96 anos, em decorrência de problemas de saúde. A dona Auta  é mãe  do senador da República, Valdir Raupp de Matos e de mais 13 filhos.
O sepultamento da sra Auta Raupp de Matos ocorrerá ás 17 deste sábado(24), no cemitério da cidade de Capão da Canoa, no Rio Grande do Sul.
O SENADOR Valdir Raupp está em Capão da Canoa, desde que sua mãe foi internada para tratamento de problemas de saúde. Como o estado de saúde dela inspirava cuidados, o senador  se ausentou do estado de Rondônia e dos trabalhos parlamentares, em Brasília para estar ao lado da dona Auta.  
O senador  agradece àqueles que se uniram  a sua família em orações, nos últimos dias. E neste momento de dor, externa a sua gratidão pelo  grande legado deixado pela dona Auta Raupp, aos filhos, netos, bisnetos e tataranetos e a todos que conviveram com ela.
 ASSESSORIA DE IMPRENSA
RIBAMAR RODRIGUE

domingo, 25 de setembro de 2016

Novinha tomando banho

 

  novinha peladinha passando creme no seu corpo delicioso. Confira.

Categoria:

AmadorasIncestoLoiraMorenaNovinhas

Tags:

Nova lei prevê desempenho mínimo nas urnas para candidato a vereador

Uma mudança na legislação aprovada pelo Congresso na reforma eleitoral do ano passado – e que será aplicada pela primeira vez na eleição deste ano – estipulou uma espécie de "nota de corte", diferente em cada cidade, para um candidato a vereador se eleger.
Pela nova regra, os candidatos a deputado federal, deputado estadual e vereador necessitarão obter, individualmente, um total de votos de pelo menos 10% do quociente eleitoral, que é calculado dividindo-se o número de votos válidos da eleição (sem brancos e nulos) pelo número de cadeiras disponíveis na Câmara dos Deputados, na Assembleia Legislativa ou na Câmara Municipal.
COMO É FEITO O CÁLCULO
>> Ao final do primeiro turno, a Justiça eleitoral apurou que houve 100 mil votos válidos (excluídos brancos e nulos) no município hipotético de Campo Feliz.
>> Com base nesse número, calcula-se o quociente eleitoral, que determina o mínimo de votos que um partido ou coligação necessita para conseguir vagas na Câmara Municipal de Campo Feliz. Esse quociente é calculado pela divisão do número de votos válidos pelo total  de vagas que existe na Câmara.
>> A Câmara de Campo Feliz tem 10 vagas de vereador. Portanto, para ter direito a uma vaga, um partido ou coligação necessita de pelo menos 10 mil votos (somados os votos individuais em candidatos e os votos dados à legenda).
>> A novidade introduzida pela reforma eleitoral de 2015 é que, no exemplo de Campo Feliz, mesmo que o partido tenha alcançado os 10 mil votos, só poderá preencher a vaga se um dos candidatos a vereador desse partido tiver conquistado mil votos (10% do quociente eleitoral) ou mais.
>> Se o partido não tiver um candidato com o mínimo de votos exigido, essa vaga é transferida a outro partido ou coligação após novo cálculo.
Fonte: lei 13.165, de 29 de setembro de 2015
Isso está fazendo com que, na campanha deste ano, partidos peçam aos seus eleitores para que abandonem a prática do voto de legenda (aquele em que o eleitor vota só no partido e não especificamente em um candidato) – leia mais abaixo.
O voto de legenda se soma aos votos que os candidatos obtêm individualmente para fins de se calcular o quociente partidário, que determina o número de vagas na Câmara Municipal ao qual o partido (ou coligação) terá direito – para isso, divide-se o número de votos válidos que o partido ou coligação obteve pelo quociente eleitoral.
Com a mudança introduzida pela reforma eleitoral do ano passado, o voto na legenda contribui para o quociente partidário, mas não ajuda os candidatos a vereador, individualmente, a alcançar os 10% do quociente eleitoral.
Um exemplo: se em determinado município, houve 100 mil votos válidos na eleição, e as cadeiras em disputa na Câmara são 10, o quociente eleitoral é 10 mil.
Nessa hipótese, com a nova regra, o candidato precisa de pelo menos mil votos (10% de 10 mil) para ter chance de se eleger.
Assim, se um partido recebeu 50 mil votos (somados os votos em candidatos e na legenda), e o quociente eleitoral é 10 mil, o resultado da conta dá 5. Portanto, o partido terá direito a cinco vagas.
Se, por hipótese, o quarto e o quinto colocados desse partido não alcançaram, na votação individual, 10% (mil votos) do quociente eleitoral (10 mil votos), o partido perderá essas duas vagas e ficará somente com três.
Nesse caso, a Justiça Eleitoral fará um novo cálculo, e as duas vagas serão transferidas para outro partido ou coligação cujos candidatos cumpram o requisito.

Fernanda CalgaroDo G1, em Brasília

ELEIÇÕES 2016

Tem candidato a prefeito que graças a Deus não vai eleito, pois mesmo sabendo que vai mal em todas as pesquisas de intenção de votos e está despencando em queda livre, continua dizendo que tá tudo bem e vai ganhar. 


Ta igual ao cidadão que caiu do 12º andar  e mesmo sabendo que ia espatifar-se na calçada, em todo andar que passava dizia: até aqui vai bem.



Imagine, se por ironia do destino  um cidadão desse chegasse a ser eleito, o que não seria de nós moradores de Rolim de Moura. Se mente durante a campanha, a tendência é ... .

quem fala o que quer, escuta o que não quer

sábado, 24 de setembro de 2016

Dá a Surpresa de Ser / Fernando Pessoa

 Inez van Lamsweerde & Vinoodh MatadinVogue Paris (2)


Dá a surpresa de ser. 
É alta, de um louro escuro. 
Faz bem só pensar em ver 
Seu corpo meio maduro. 

Seus seios altos parecem 
(Se ela tivesse deitada) 
Dois montinhos que amanhecem 
Sem Ter que haver madrugada. 

E a mão do seu braço branco 
Assenta em palmo espalhado 
Sobre a saliência do flanco 
Do seu relevo tapado. 

Apetece como um barco. 
Tem qualquer coisa de gomo. 
Meu Deus, quando é que eu embarco?
Ó fome, quando é que eu como?

Mais um para a coleção de idiotas do dia: Fernando Morais


 

“Depois da humilhante e escandalosa prisão de Guido Mantega no hospital onde sua mulher convalesce de cirurgia contra um câncer, eu me pergunto: não há entre os onze membros do supremo um ministro, um único, solitário ministro com coragem suficiente para botar um freio no juiz Sérgio Moro? Cacete, será que estão todos com o rabo preso?”

Um vendido que recebia para contar mentiras e que agora as conta por diletantismo, maus hábitos, sem vergonhice, cara de pau e falta de caráter - Fernando Morais - falando em rabo preso é piada de mau gosto.

É do time do Veríssimo: excelente como escritor e lamentável pelo resto.

Quanto a Mantega, eu já falei o suficiente, mas só para completar, segundo os funcionários do hospital, tanto a coisa era banal que eles entraram com a roupa do corpo e mais nada.

E assim caminha a humanidade

Resultado de imagem para frase s de caco dentão

VOTE NA CHAPA "TRABALHO COM RESPONSABILIDADE"

A manhã, 25/09/2016, na AABB de Rolim de Moura será realizado  eleição para diretoria desta, para o triênio 2016/2019. Você que é sócio e está em dia com sua mensalidade vá lá, vote e confirme Rosana Maria Santanna na presidência. Mudar para que? Para que mudar? Poucas são as coisas que hoje estão dando certo e, lá tudo é certo  e correto. Vote pelo o que está dando certo e para que o  trabalho tenha continuidade. 

NÃO SE MUDA O QUE TA DANDO CERTO. TÔ JUNTO

Resultado de imagem para foto da chapa 1 aabb de rolim de moura

Airton Pereira de Araújo

  compartilhou a publicação de Kelli Macedo.
10 h
Kelli Macedo adicionou 5 novas fotos.
13 hRolim de Moura
URGENTE - AABB:
1- Você sabe qual é a real situação financeira da AABB?
2 -Você já conversou com os funcionários sobre a Administração da AABB?
3- Você sabe qu...
Ver mais

Dr. Renato Mota trabalhando

Com amigos.

ELEIÇÕES 2016

Já não restam mais dúvidas de que esta campanha eleitoral é diferente. Seja pela nova legislação e suas alterações, seja pelas estratégias para atingir o eleitorado e obter o votos. 


A campanha eleitoral chega a sua reta final e esses últimos 08 dias até a votação ainda existe muitos indecisos. É o que mostra as pesquisas de uso interno dos partidos, em alguma delas o número de eleitores que ainda não sabem em quem irá votar no dia 2 de outubro, passa dos 20%.



Com a impugnação da candidatura do candidato Adilson Júlio esse número deve aumentar. portanto conquistar o voto de quem ainda não se decidiu pode trazer surpresas no resultado da eleição.


Pois  nada impede que o eleitor não possa mudar de ideia. Até por que, mudar de ideia não é feio, feio é teimar contra os fatos. O eleitor é uma pessoa sempre aberta e pronta a ser convencida.

Nesse final de campanha leva vantagem quem melhor se planejar e melhor definir uma estratégia de atuação convincente. A equipe de campanha do candidato tyem que ter controle total sobre seus membros. 

Pois tem  gente agindo por conta própria pensando estar ajudando o seu candidato e nem sempre é assim. As vezes a vontade de ajudar acaba atrapalhando.
Alguns indecisos com quem conversei, foram unanimes  em dizer que as suas indecisões são advindas da falta de opção. Para a maioria deles com quem conversei, os seus  votos serão decididos "pelo menos ruim" e a falta de opção será a marca da disputa eleitoral deste ano.

Cabe a cada candidato mostrar para esses indecisos que eles estão equivocados com relação a sua candidatura e, que ele é sim o candidato das mudanças que  tanto carece o município. 

Dos cinco candidatos três tem chances reais de se elegerem, que são Luizão, Zé  da Jodan e Rodnei. Quem melhor se apresentar para o eleitor nessa reta final será o vitorioso. 

Deputado Expedito Netto integra comissão da PEC que beneficia servidores de ex-territórios


Em defesa dos direitos dos servidores públicos e cidadão dos ex-territórios de Rondônia, o Deputado federal Expedito Netto (PSD-RO) foi designado como membro titular da comissão especial que analisará a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Nº 199/16 que permite que servidores que mantiveram relação de trabalho ou vínculo empregatício com os territórios extintos do Amapá ou de Roraima entre 1988 e 1993 tenham o direito de optar por integrar o quadro da administração federal.         
Para o parlamentar, que participou da instalação da comissão na última terça-feira (20), na Câmara dos Deputados, é injusto que a PEC seja destinada a apenas dois estados, já que Rondônia está na mesma situação.
“Estou empenhado na inclusão de Rondônia e em fazer com que esse trâmite seja rápido. Os direitos dos cidadãos que trabalharam na instalação desses estados, incluindo o nosso, também devem ser assegurados, é uma questão de decência”, comentou Expedito Netto.
Presidida pelo Deputado Hiran Gonçalves (PP-RR) e com relatoria da Deputada Maria Helena (PSB-RR), a comissão terá 40 sessões para analisar a proposta, que depois deverá ser votada pelo Plenário da Câmara em dois turnos. De autoria do senador Romero Jucá (PMDB-RR), a PEC já teve a admissibilidade aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara.
Entenda o caso
Amapá e Roraima são ex-territórios brasileiros, criados em 1943 e em 1962 respectivamente, que foram elevados à categoria de estados da Federação pela Constituição de 1988. A transformação em estado fez com que servidores e funcionários dos antigos territórios fossem incorporados às estruturas dos estados recém-criados.
O antigo território federal de Rondônia se formou em Estado-membro da federação antes da Constituição de 1988 e, segundo o deputado Expedito Netto, essa formação ocorreu sem nenhuma diferença das formações do Amapá e Roraima.
“As razões que justificavam a condição de território federal eram semelhantes as circunstâncias que levaram à criação de uma nova unidade federativa. Por isso, não se justifica que não se estendam a Rondônia essas medidas”, ressaltou o parlamentar.
Fonte: Assessoria
*Com informações da Agência Câmara de Notícias