domingo, 21 de janeiro de 2018

Caciques ameaçados - 23 senadores investigados na Lava Jato ficam sem foro privilegiado se não se elegerem em 2018

 

Entre os investigados que podem ficar sem mandato – e consequentemente 
sem foro privilegiado – a partir de 2019, estão integrantes da cúpula do 
Senado.
São os casos do presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE); do líder 
do governo e presidente do PMDB, Romero Jucá (RR); do líder do PT, Lindbergh Farias (RJ) e do líder da minoria; Humberto Costa (PT-RJ). 
Os quatro são alvos da Lava Jato.
Ex-presidentes da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), Jader Barbalho (PMDB-PA) e Edison Lobão 
(PMDB-MA) também são investigados na Lava Jato e terão de enfrentar as 
urnas neste ano.
Lobão é o atual presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, um dos colegiados mais importante da Casa.
Dois senadores que presidem partidos são réus no Supremo Tribunal 
Federal (STF): Gleisi Hoffmann (PT-PR), em ação penal da Lava Jato, e 
José Agripino Maia (DEM-RN), em desdobramento da operação. Os dois também estão na lista dos senadores com os mandatos a expirar.
O presidente do PP, Ciro Nogueira (PI), é outro senador investigado na 
Lava Jato que pode ficar sem mandato caso não se eleja em 2018. Na 
mesma situação está Benedito de Lira (AL), líder do PP no Senado.
O atual vice-presidente da Casa, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), é alvo de inquérito em desdobramento da Lava Jato. Seu correligionário, Aécio Neves (PSDB-MG) – ex-presidente tucano e segundo colocado nas eleições presidenciais de 2014 – também é investigado no Supremo.
Alvo de inquérito em operação derivada da Lava Jato, Aloysio 
Nunes (SP) – hoje à frente do Ministério das Relações Exteriores – é 
outro tucano detentor de mandato que pode ficar sem foro privilegiado se 
não se eleger em 2018. Ele foi candidato a vice-presidente da República
 em 2014, na chapa encabeçada por Aécio.
As líderes do PSB, Lídice da Mata (BA), e do PC do B, Vanessa 
Grazziotin(AM) – ambas investigadas em desdobramentos da Lava Jato – também estão nessa lista. Vice-líder do PMDB, Valdir Raupp (RO) é réu no Supremo após investigações da operação.
Outros investigados que também são alvos da Lava Jato ou de investigações derivadas da operação, os senadores Ricardo Ferraço (PSDB-ES); Dalirio Beber (PSDB-SC); Eduardo Braga (PMDB-AM); Jorge Viana (PT-AC); e
 Ivo Cassol (PP-RO) – já condenado pelo STF em outra apuração sem 
ligação com a Lava Jato.

sábado, 20 de janeiro de 2018

Marília Mendonça tem faturamento de R$ 10 milhões por mês

Marília Mendonça cobra até R$ 350 mil de cachê e fatura R$ 10 milhões por mês, diz a coluna 'Retratos da Vida', do jornal 'Extra', nesta sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

"Rainha da Sofrência" não tem o que reclamar. Marília Mendonça chega a lucrar R$ 10 milhões por mês. Os valores incluem shows e arrecadação obtidas através das suas composições. A informação é da coluna "Retratos da Vida", do jornal "Extra", nesta sexta-feira (19). Recentemente, a sertaneja, ao ter bens bloqueados por cancelar shows no interior de Minas Gerais, alegou que a cobrança era indevida. Intérprete de "Amante Não Tem Lar" fecha o primeiro mês do ano com onze shows. Assim, vai arrecadar aproximadamente R$ 3 milhões só com essas apresentações.

Rolim de Moura - Chuvas danificam estradas e Secretaria de Obras trabalha para garantir a trafegabilidade






Com as intensas chuvas no município de Rolim de Moura (RO), as estradas vicinais, Pontes e bueiros acabam sendo danificados, além da formação de grandes atoleiros  nas linhas na Zona Rural.

De acordo com o Secretário de Obras, Marcelino Alves, a equipe está trabalhando para garantir a trafegabilidade nas estradas vicinais. Nessa semana nas Linhas 188, 176 e 200, lado norte, a equipe realizou várias manutenções entre retirada de atoleiros, recuperação de pontes e bueiros.


Já na zona Urbana o Secretário explica que possui várias equipes também garantindo a trafegabilidade. “Estamos trabalhando diariamente para dar o direito  de ir e vir do cidadão rolimourense”, frisou o Secretário de Obras Marcelino.

Rolim de Moura - MP arquiva investigação de irregularidades no concurso público



A população foi prejudicada diretamente com denúncias infundadas e apócrifas que culminaram com o atrasado na homologação do Concurso.


O Ministério Público do Estado de Rondônia, promoveu o arquivamento do procedimento investigatório que apurava possíveis irregularidades no concurso público da prefeitura de Rolim de Moura (RO).

Após instaurar Inquérito Civil Público, a partir de notícia  formulada pelo vereador do município Renato C. Morari, relatando possíveis irregularidades no concurso municipal, fatos que também foram noticiados pelo Edil, junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO), onde aquela corte de contas analisou e julgou a representação improcedente, não identificando nenhuma irregularidade.

Já no âmbito do Ministério Público, foi recomendado a suspensão do Certame para apuração, o que foi acatado pelo município.

Diante dos fatos, o Procurador-Geral do Município, Dr. Erivelton Kloos e sua equipe, apresentaram ao Parquet, a resposta apresentada pela Empresa Organizadora, relativa às divergências apontadas.

Destarte, pelo órgão ministerial, após apuração, requisição de documentos, e oitivas, foram esclarecidos os pontos de divergência apontados, de maneira que foram revogadas as Recomendações para anulação do certame, desta forma o município dará o regular seguimento do Concurso Público.

Pela Promotora de justiça, Dra. Jovilhiana Orrigo Ayricke, foi dito na Promoção de Arquivamento, que “têm-se por esclarecidas as dúvidas quanto a higidez do certame, não evidenciando mais nenhuma ilicitude capaz de induzir a sua anulação...” (sic).

Sendo assim, o Prefeito de Rolim de Moura, Luiz Ademir Schock, determinou continuidade do certame, ressaltando a importância do concurso para a área da Saúde.
Vale ressaltar que a população foi prejudicada diretamente com denúncias infundadas e apócrifas  que culminaram com o atrasado na homologação do Concurso, impedindo a Administração Municipal de realizar contratações de médicos,  técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, entre outros profissionais, pois o  município possui um déficit no quadro de profissionais da saúde.

Prefeitura de Rolim de Moura - Nota de Pesar “† Isabella Argolo da Silva”

 

É com muita tristeza que a Prefeitura de Rolim de Moura (RO), por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), manifesta o seu luto e pesar pelo falecimento da jovem Isabella Argolo da Silva, 09 anos, aluna da Escola Municipal Professor Valdecir Sgarbi Filho (Dedo Verde), cursava o 4º ano do ensino fundamental em 2017, este ano iniciaria o 5º ano.  Filha de Francieli Argolo  dos Santos e Paulo Rogério Couto Santos da Silva, foi vitima de acidente trânsito na noite desta quinta-feira (18/01) entre as cidades de Comodoro (MT) e Vilhena (RO).



Em nome de todos os servidores deste município e do Prefeito Luiz Ademir Schock, o desejo de conforto à família enlutada e a certeza de que a memória desta jovem jamais será apagada da história desta cidade.


Disse-lhe Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente."
João 11:25-26


Rolim de Moura - RO 19 de janeiro de 2018.

- ASSALTO EM RESIDÊNCIA

 -

No Xafurdo's Bar, dois amigos conversam e um deles diz:
- Hoje às 03:30 horas da manhã, entrou um ladrão lá em casa. Nessa hora eu estava com uma amiga em um motel e não presenciei o assalto.
O outro diz:
- Caramba!... Um ladrão entrou na sua casa e você ainda dá risada? O que ele levou?
Resposta do 'assaltado':

- Levou foi uma grande surra... minha esposa achou que era eu chegando da 'gandaia'!

Taxista vilhenense flagra onça atropelada em estrada do Mato Grosso

 

Motorista do veículo que acertou o felino disse que não teve tempo de reação

Nas primeiras horas da manhã da terça-feira, 16, o taxista vilhenense Maurício Olindino Santana, que retornava para Vilhena, flagrou na rodovia que liga Cuiabá a Poconé, uma onça que havia acabado de ser atropelada.

O bicho, pensando aproximadamente 70 kg, de acordo com o taxista, estava vivo apesar da força da batida que danificou consideravelmente a dianteira do veículo que o atropelou (foto secundária). De acordo com Maurício, que conversou com o motorista que ainda estava no local, o felino saltou na frente do veículo para atravessar a rodovia não dando tempo de reação ao condutor.

Curioso é que o próprio Maurício passou por situação semelhante no mês de novembro do ano passado. Ele conta que retornava para Vilhena quando, próximo ao distrito do Guaporé, a cerca de 90 km de Vilhena, uma onça pulou na estrada e ele acabou atropelando o animal.

ESTUDO MOSTRA QUE 18 MIL ANIMAIS FORAM ATROPELADOS NO BRASIL; NÚMERO PODE SER MUITO MAIOR

 Uma estimativa do Urubu Info, sistema criado em 2014 pelo Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE), da Universidade Federal de Lavras (MG), mais de 18 mil animais foram atropelados no Brasil em 2017.

O sistema reúne informações sobre a mortalidade de fauna selvagem nas rodovias e ferrovias e tem por objetivo auxiliar o governo e as concessionárias na tomada de decisão para redução destes impactos. Somente em Mato Grosso o sistema mostra 655 atropelamentos de animais nas estradas no ano passado. O Estado é o nono com mais registros.

O número contabilizado não representa nem 10% da realidade dos animais atropelados diariamente. O biólogo Alex Bager, idealizador do Urubu Info diz que os dados contabilizam apenas os que são registrados no sistema. Mas na verdade, a estimativa é de que no Brasil 15 animais de todas as espécies são mortos por segundo, ou seja, 1,3 milhão por dia.



Fonte: Folha do Sul 
Autor: Da Redação

BRUNA MARQUEZINE

É não, é?!!

 

Os dezessete processos de Gleisi e Lindbergh
O Antagonista

Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias querem ver sangue na batalha contra o Judiciário.

Os ministros do STF esclareceram o motivo para O Globo:

“Gleisi Hoffmann tem dez processos no STF, sendo sete criminais. Seu colega Lindberg Farias tem outros sete”.

Pecadora

 

Augusto dos Anjos

Tinha no olhar cetíneo, aveludado,
A chama cruel que arrasta os corações,
Os seios rijos eram dois brasões
Onde fulgia o simb’lo do Pecado.

Bela, divina, o porte emoldurado
No mármore sublime dos contornos,
Os seios brancos, palpitantes, mornos,
Dançavam-lhe no colo perfumado.

No entanto, esta mulher de grã beleza,
Moldada pela mão da Natureza,
Tornou-se a pecadora vil. Do fado,

Do destino fatal, presa, morria
Uma noute entre as vascas da agonia
Tendo no corpo o verme do pecado!

ESSA É PARA DR. DANIEL

Imagens engraçadas - Parece você

Discussão conjugal

 

Esposa:
- Você se casou comigo só porque eu tinha dinheiro?
Marido:
- Não! Foi só porque eu não tinha!

ESSA É PARA JÚNIOR BANG

SEM INTERNET

Imagens engraçadas - Para conseguir seguidores

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Devo me vacinar agora contra a febre amarela? Veja o que recomendam as autoridades



Jacareí, no interior de São Paulo registra filas e tem recebido moradores de cidades vizinhas em vacinação contra febre amarela (Foto: Carlos Santos/ G1)
Por G1
Com a notícia de novos casos de febre amarela pelo país nos últimos meses, incluindo a Região Metropolitana de São Paulo, surgiram filas imensas em postos de saúde, em regiões com ou sem recomendação de 
vacina.
Veja em 4 passos se você se enquadra na recomendação das autoridades 
de para a vacinação:

1 - Quantos anos você tem?

Se tem mais de 60 anos, deve fazer uma avaliação médica antes de se 
vacinar.
Se tem de 9 meses a 60 anos, vá para a pergunta 2.
Se tem menos de 9 meses, o ministério não recomenda que tome a vacina.

2 – Você tem entre 9 meses e 60 anos, e se enquadra em 

alguma destas situações?

  • Mulher amamentando crianças menores de 6 meses de idade
  • Alergia grave ao ovo
  • Vive com HIV e tem contagem de células CD4 menor que 350
  • Em tratamento com quimioterapia/ radioterapia;
  • Portador de doenças autoimunes
  • Em tratamento com imunossupressores (que diminuem a defesa do
  •  corpo)
Se SIM, a vacina não está recomendada para você.
Se NÃO, prossiga para a pergunta 3.

3 - Você tem entre 9 meses e 60 anos, e se enquadra em 

alguma destas situações?

  • Terminou tratamento de quimioterapia e radioterapia
  • Portador de doenças hematológicas (do sangue), renais e hepáticas
  • Grávidas
  • Faz uso de medicamento corticoide
Se SIM, deve passar por uma avaliação médica antes de receber a vacina.
Se NÃO, prossiga para a questão 4.

4- Você vive ou vai viajar para uma localidade na lista de municípios com recomendação de vacina do Ministério da Saúde (veja a lista)?

Se SIM, e passou pelas perguntas anteriores, há recomendação de que 
tome a vacina.
Se NÃO, vale ainda consultar a autoridade de saúde do local onde reside, 
pois a lista acima ainda não foi atualizada em 2018 e há regiões que estão vacinando sua população mesmo sem ser área de recomendação, como o Espírito Santo.

O que é a vacina fracionada?

amarela, ou seja, 0,1ml. Ela será aplicada nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro 
e Bahia para que seja possível ampliar a cobertura com as vacinas 
disponíveis.
Tira-se do frasco da vacina uma dosagem menor do que a habitualmente aplicada. Como informa o ministério, a diferença está no no tempo de 
proteção: a dose padrão é para toda a vida, já com a dose fracionada, a 
duração é de pelo menos 8 anos.

Quem são as pessoas que devem receber a dose padrão, mesmo que em sua localidade estejam dando a fracionada?

  • Pessoas que têm HIV e que têm contagem de células CD4 maior que 350
  • Pessoas que terminaram tratamento de quimioterapia e radioterapia
  • Pessoas com doenças hematológicas (do sangue);
  • Grávidas;
  • Crianças de 9 meses a menores de 2 anos de idade;
  • Viajantes internacionais, já que o Regulamento Sanitário Internacional
  •  (RSI) não autorizou a utilização da dose fracionada para a emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP). No ato da vacinação, deve ser apresentado comprovante de viagem (boleto de passagem área ou hotel, convite para participação em eventos 
  • internacionais, entre outros) para países que exijam o CIVP.